De olho na premiação: quantos milhões valem as últimas rodadas do Brasileirão ao Grêmio

Já classificado para a fase de grupos da Libertadores, Tricolor pode acabar o campeonato entre a terceira e a sexta colocação

Por Eduardo Moura — Porto Alegre

49129371751_1f1cbc4856_o

Foto: Lucas Uebel/Grêmio/Divulgação

Depois da classificação garantida na fase de grupos da Libertadores, o Grêmio entra em campo com menos obrigações nas duas últimas rodadas no Campeonato Brasileiro. No entanto, o time ainda tem pelo que correr. O Tricolor pode ganhar ou perder posições na tabela, o que está diretamente ligado à premiação ao final da competição.

Atualmente, o Grêmio é o quarto colocado, com 62 pontos. Está a seis do Palmeiras, o terceiro, dois acima do Athletico, o quinto, e cinco do São Paulo, o sexto. De acordo com a configuração e os critérios de desempate, o Tricolor tem a chance de terminar o campeonato em terceiro, mas também cair para a sexta colocação.

“Temos objetivo de acabar na melhor colocação possível, até porque a gente sabe que rende dinheiro para o clube” (Maicon)

Subir ou descer na tabela significa mais ou menos dinheiro nos cofres em dezembro. A premiação por permanecer em quarto é de R$ 28 milhões. Se pular para terceiro, o Grêmio ganharia R$ 29,75 milhões. Por outro lado, o quinto lugar leva R$ 26,4 milhões, e o sexto, R$ 24,7 milhões.

Premiação do Brasileirão

  • Campeão: R$ 33 milhões
  • Vice-campeão: R$ 31,3 milhões
  • 3º colocado: R$ 29,75 milhões
  • 4º colocado: R$ 28 milhões
  • 5º colocado: R$ 26,4 milhões
  • 6° colocado: R$ 24,7 milhões
Renato Gaúcho conversa com presidente Romildo Bolzan em treino — Foto: Eduardo Moura
Renato Gaúcho conversa com presidente Romildo Bolzan em treino — Foto: Eduardo Moura

O que pode acontecer

Para ser terceiro colocado, o Grêmio precisa vencer Cruzeiro, na quinta-feira, na Arena, e Goiás, no domingo, no Serra Dourada, e torcer para duas derrotas do Palmeiras, curiosamente contra os mesmos adversários.

Se fizer quatro pontos nos jogos restantes, só perde a quarta colocação para o Athletico, em caso de duas vitórias do time paranaense. O saldo de gols ainda definiria a melhor campanha. Se vencer uma e perder outra, o Tricolor cai para quinto com a condição obrigatória de seis pontos somados pelo Furacão.

Os gaúchos só caem para sexto se perderem as duas partidas restantes e São Paulo e Athletico vencerem seus compromissos. Em caso de um empate e uma derrota, só podem ser ultrapassados pelos paranaenses.

Próximo compromisso do Grêmio é contra o Cruzeiro, na Arena — Foto: Lucas Uebel/Grêmio/Divulgação
Próximo compromisso do Grêmio é contra o Cruzeiro, na Arena — Foto: Lucas Uebel/Grêmio/Divulgação

Na entrevista depois do jogo com o São Paulo, Renato Gaúcho garantiu força máxima pelo menos na quinta-feira, contra o Cruzeiro. Citou inclusive a briga dos mineiros contra o rebaixamento para justificar a escalação de todos os principais nomes do Tricolor.

— Até quinta, vou fazer o jogo para não dar chance para ninguém falar que pedi férias antes para beneficiar esse ou aquele clube. Depois de quinta-feira, eu tenho outra conversa com o presidente — apontou Renato.

Para o jogo com o Goiás, no fim de semana, é possível que Renato não esteja no comando do time. O próprio treinador, ao lado do presidente, deu a entender que, como tem a necessidade de fazer o curso da CBF ao término do Brasileirão, poderia sair de férias mas cedo.

O Grêmio volta a treinar na manhã desta terça-feira, no CT Luiz Carvalho, na preparação para o jogo de quinta, contra o Cruzeiro. O volante Matheus Henrique e o atacante Diego Tardelli voltam a ficar à disposição de Renato após cumprir suspensão contra o São Paulo.

Link da notícia: https://globoesporte.globo.com/rs/futebol/times/gremio/noticia/de-olho-na-premiacao-quantos-milhoes-valem-as-ultimas-rodadas-do-brasileirao-ao-gremio.ghtml

Fonte/Reprodução: Globoesporte.Com

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.